12:18


15 de Abril de 2010

 

Patrocinado por




Você está em Economia
Início do conteúdo

Site oferece serviço para testar fidelidade de namorados no Facebook

Empresa cobra R$ 29,90 para verificar comportamento de internautas diante de propostas indecorosas

26 de abril de 2013 | 15h 30
Gustavo Ferreira, do Economia & Negócios

SÃO PAULO - Um novo serviço oferecido na internet promete testar a fidelidade dos internautas brasileiros. O Fidelidade Face cobra R$ 29,90 para que namorados e namoradas desconfiados saibam se são ou não traídos pelo Facebook.

O negócio, disponível há duas semanas, já recebeu perto de 120 contratações. De acordo com um dos sócios, Flávio Estavan, de 32 anos, ao menos metade das pessoas testadas caíram em tentação e pisaram na bola.

O serviço é simples: consiste em colocar atendentes para tentar seduzir os parceiros dos clientes via Facebook, a partir dos nomes fornecidos na hora da contratação. A conversa, por escrito na caixa de mensagens do site de relacionamentos, é copiada e enviada para o cliente. Cabe a ele tirar suas conclusões sobre o comportamento fiel ou nem tanto do parceiro.

"As pessoas sentem necessidade de se exibir e de descobrir o que as outras fazem na internet", diz Estevam. "E, na falta das senhas do namorado, contratam nossa equipe".

O quadro de testadores de fidelidade é composto hoje por 70 pessoas. O site também oferece oportunidade para quem deseja integrar essa equipe. Caso seja aprovado, o ganho é de R$ 15 por internauta testado.

O serviço não é uma novidade para Estevam. Em janeiro deste ano ele criou o Namoro Fake, um serviço voltado para pessoas que sentem necessidade de impressionar amigos ou mesmo fazer ciúme.

Por R$ 10, a empresa oferece um perfil virtual para ser exposto como "ficante"; por R$ 19, é possível contratar um ex-namorado ou ex-namorada de mentirinha; por R$ 39, contrata-se um namorado ou namorada virtual por uma semana. O acordo ainda pode ser ampliado por um mês por R$ 99.



Estadão PME - Links patrocinados

Anuncie aqui


Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo