1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

28 empresas do Ibovespa já valem menos da metade

- Atualizado: 20 Janeiro 2016 | 12h 20

Em relação às máximas históricas, Petrobrás teve a maior queda em termos nominais, seguida de Vale

Das 57 empresas que compõem o principal índice da BM&FBovespa, o Ibovespa, 28 perderam mais de 50% do valor de mercado desde as suas máximas históricas até o pregão da última segunda-feira, conforme levantamento da Economática. Segundo a consultoria, a Gerdau Metalúrgica (GOAU4) é a companhia que teve maior porcentual de queda, enquanto Petrobrás foi a que mais perdeu em termos nominais, seguida por Vale.

No caso da Gerdau Metalúrgica, entre a sua máxima histórica – em 09 de junho de 2008, a companhia era avaliada por R$ 23,3 bilhões – e ontem, as perdas foram de 95,77%, para R$ 988 milhões.

Já a queda acumulada da Petrobrás foi de 85,55% entre a sua máxima histórica (21 de maio de 2008, quando a empresa valia R$ 510,3 bilhões) até segunda-feira, quando seu valor de mercado ficou em R$ 73,7 bilhões. A redução, em termos nominais, foi de R$ 436,6 bilhões.

Ainda no levantamento da Economática, a Vale é a segunda empresa com a maior queda de valor de mercado nominal entre o máximo de R$ 322,9 bilhões, que foi registrado no dia 16 de maio de 2008 e a última segunda, com R$ 41,9 bilhões. A redução de valor no período foi de R$ 280,9 bilhões e o porcentual, 86,99%.

28 empresas listadas no Ibovespa já valem menos da metade
Epitácio Pessoa/Estadão
28 - Santander

Um levantamento feito pela consultoria Economática elencou quais empresas, das 58 listadas no Ibovespa, tiveram perda do valor de mercado superior a 50%. Desse ranking, a companhia que 'menos perdeu' foi o Santander, com queda de 50,14% desde novembro de 2010, quando valia R$ 98,66 bilhões. Hoje, o valor de mercado do banco está em R$ 49,2 bilhões.

Ranking. Conforme adiantado pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, a Vale está prestes a deixar o ranking das 10 principais empresas do País em valor de mercado.

No fechamento de 2015, conforme dados da Economática, a mineradora ocupava a sexta posição na lista, uma colocação a menos do que em 2014.

Nesses primeiros 16 dias de janeiro, sob a influência de China e preços do minério de ferro, caiu para a décima posição.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX