Abastecimento de gás deve se normalizar em uma semana

O abastecimento de gás natural deverá estar normalizado no País dentro de uma semana, segundo previu, nesta segunda-feira, a assessoria de imprensa da Petrobras. As obras no duto que transporta o gás vindo da Bolívia já começaram e a estatal estima que os reparos estejam concluídos dentro do prazo, com retorno do bombeamento do produto. Segundo a Agência Brasil, o racionamento de gás natural foi anunciado pelo governo federal na última sexta-feira em razão do rompimento de um duto operado na Bolívia. As medidas de restrição incluem a redução de 72% no suprimento que atende as termelétricas, 51% no consumo próprio da Petrobrás em suas refinarias e a redução de até 12% na oferta de gás para as distribuidoras dos Estados. O racionamento deverá atingir principalmente os Estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que são abastecidos pelo gasoduto Brasil-Bolívia. Para o Rio de Janeiro, que consome o gás natural produzido na bacia de Campos, não está prevista nenhuma alteração na distribuição.

Agencia Estado,

10 Abril 2006 | 11h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.