1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ações asiáticas recuam conforme conflito no Iraque afeta o humor

SHINICHI SAOSHIRO - REUTERS

13 Junho 2014 | 07h 59

As ações asiáticas recuaram nesta sexta-feira à medida que uma escalada da guerra civil no Iraque enfraqueceu o apetite por risco, que estava em alta há poucos dias.

Militantes islâmicos sunitas avançaram mais rumo a Bagdá, levando o presidente norte-americano Barack Obama a fazer um alerta sobre uma possível intervenção militar dos Estados Unidos, enquanto que forças curdas iraquianas assumiram o controle do centro petroleiro de Kirkuk em meio ao caos.

Seguindo os passos de uma queda nas ações norte-americanas, o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,49 por cento às 7h52. O índice, que atingiu máxima de três anos na segunda-feira, ainda estava posicionado para subir cerca de 0,4 por cento na semana.

O índice Nikkei contrariou a tendência e subiu 0,83 por cento.

A reação aos dados de produção industrial e de vendas no varejo da China, que cresceram em linha com estimativas mas não foram firmes o bastante para mostrar que a segunda maior economia do mundo está em recuperação ampla e firme, foi nula.