1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ações avançam e Novartis puxa setor de farmacêuticas

ATUL PRAKASH - REUTERS

01 Setembro 2014 | 14h 24

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,22%, a 1.376 pontos

Reuters
Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,09%, a 9.479 pontos

As ações europeias subiram e fecharam perto da máxima em um mês nesta segunda-feira, com especulações sobre fusões e aquisições envolvendo a emissora britânica ITV ajudando papéis de mídia e a Novartis liderando farmacêuticas.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,22 por cento, a 1.376 pontos.

O índice de blue chips da zona do euro Euro STOXX 50 --que passará a incluir a Nokia a partir de 22 de setemebro, substituindo a CRH-- teve alta de 0,08 por cento. A CRH caiu 0,65 por cento e a Nokia recuou 1,4 por cento.

A Novartis, cuja ação subiu 4,3 por cento, teve a maior alta no índice FTSEurofirst 300, reagindo a notícias de que um novo medicamento da companhia pode substituir drogas que têm sido centrais para o tratamento de doenças cardíacas há vinte e cinco anos.

A alta da Novartis ajudou o índice de saúde do STOXX Europe 600 a registrar a maior alta entre os termômetros setoriais, de 1,1 por cento.

A ITV ajudou o índice de mídias europeias a subir 0,8 por cento. O Telegraph publicou que a Liberty Global está angariando apoio de grandes acionistas da ITV após comprar uma fatia de 6,4 por cento na empresa, alimentando especulações sobre uma eventual oferta de aquisição total. A ITV não quis comentar.

"Provavelmente veremos também movimentos de fusão e aquisição em outros setores, conforme companhias buscam utilizar seu caixa", disse o analista de ações da Hargreaves Lansdown Keith Bowman.

"No entanto, investidores permanecerão cautelosos pois preocupações geopolíticas e a incerteza sobre a provável movimentação de política monetária do BCE continuarão como pano de fundo".

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,08 por cento, a 6.825 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,09 por cento, a 9.479 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 recuou 0,03 por cento, a 4.379 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib caiu 0,51 por cento, a 20.345 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,16 por cento, a 10.746 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,57 por cento, a 5.909 pontos.