1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ações caem após dados da inflação da China

REUTERS

09 Julho 2014 | 08h 12

As ações asiáticas ampliaram perdas nesta quarta-feira para tocar mínimas de uma semana após a inflação de preços ao consumidor na China esfriar um pouco mais do que o esperado em junho, sugerindo uma fraqueza econômica persistente.

O índice MSCI de ações asiáticas caiu 0,8 por cento, tocando o seu ponto mais baixo desde 2 de julho, afastando-se das máximas de três anos registradas recentemente.

No Japão, o índice de ações Nikkei fechou em queda de 0,1 por cento.

O IPC na China subiu 2,3 ??por cento em junho em relação ao mesmo mês do ano anterior, contra expectativa de alta de 2,4 por cento, mostraram nesta quarta-feira dados oficiais do Instituto Nacional de Estatística.

"Um IPC mais fraco sugere que a pressão inflacionária está desligada. Além de proporcionar espaço para uma flexibilização da política no futuro, por um lado, também revela a fragilidade da demanda na economia doméstica", disse Wang Jun, economista em Pequim.

Mais tarde nesta quarta-feira, o Federal Reserve dos EUA vai divulgar a ata da sua última reunião de política monetária e de funcionários do Banco Central Europeu, incluindo o presidente Mario Draghi, planejam dar declarações.

(Por Lisa Twaronite)