Agência Estado
Agência Estado

Ações de Sadia e Perdigão sobem e puxam alta da Bovespa

Depois de caírem no dia do anúncio oficial da fusão, papéis das duas companhias lideram altas no mercado

Agência Estado,

20 Maio 2009 | 13h21

Depois de caírem na terça-feira, dia do anúncio oficial da fusão, as ações da Sadia e da Perdigão voltaram a subir nesta quarta, 20, e lideram as altas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Por volta das 13 horas, Perdigão ON subia 7,38% e Sadia PN tinha valorização de 6,48%, puxando o Ibovespa para cima. No mesmo horário, o principal índice da Bolsa subia 1,51%, aos 52,126 pontos.

 

Veja também: 

linkSadia e Perdigão anunciam Brasil Foods e prometem não demitir

especialEspecial sobre a fusão entre Perdigão e Sadia

especialLinha do tempo das empresas

especialO tamanho das empresas e seus desafios no exterior 

 

O mercado brasileiro também é ajudado pelo tom positivo dos índices das Bolsas em Nova York e pelo petróleo novamente acima de US$ 60 por barril. O Dow Jones subia 0,19%, o Nasdaq tinha valorização de 0,77% e o S&P 500 de 0,50%.

 

O setor financeiro volta ao foco depois que o Bank of America (BofA) levantou aproximadamente US$ 13 bilhões com venda de ações e diante do depoimento do secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, sobre o Programa de Alívio para Ativos Problemáticos (Tarp, na sigla em inglês). Mas os ânimos dos investidores podem ser contidos por mais notícias negativas sobre a economia mundial e sobre empresas, como o corte de empregos e queda no lucro da Hewlett-Packard.

 

Em depoimento sobre a ajuda federal ao setor financeiro, Geithner disse que os bancos que passaram pelos testes de estresse já levantaram mais de US$ 56 bilhões e afirmou que o sistema financeiro está começando "a se curar". O secretário do Tesouro norte-americano disse também que ainda estão disponíveis US$ 123,7 bilhões do Tarp.

 

Por aqui, os analistas se mostram confiantes na continuidade do ingresso de capital estrangeiro e a recuperação dos preços das commodities é um estímulo para a Bolsa, que tem forte dependência de empresas exportadoras de matérias-primas. Nesta quarta, os metais básicos negociados em Londres operavam em direções divergentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.