1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Ações europeias fecham em alta com dados econômicos da Alemanha

BLAISE ROBINSON - REUTERS

21 Agosto 2014 | 14h 17

As ações europeias fecharam em alta nesta quinta-feira, ampliando duas semanas de recuperação após números de crescimento acima do esperado do setor privado da Alemanha, o que tranquilizou os investidores sobre as perspectivas da maior economia da Europa após uma fase difícil.

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, fechou em alta de 0,67 por cento, aos 1.355 pontos, atingindo um nível não visto desde o fim de julho.

O Índice de Gerentes de Compras Composto preliminar da Alemanha --que acompanha o crescimento dos setores industrial e serviços-- ficou em 54,9 em agosto, ante 55,7 em julho, mas bem acima da marca de 50 que separa o crescimento da contração, de acordo com o Markit.

Na semana passada, dados do Produto Interno Bruto (PIB) mostraram que a Alemanha teve uma surpreendente contração --a primeira em mais de um ano-- no segundo trimestre.

"É um rali de alívio. Havia preocupações com a possibilidade de a economia alemã sofrer por causa de questões relacionadas à Ucrânia, mas os dados de hoje mostram que a economia vai continuar crescendo", disse o economista sênior do KBC, Koen De Leus.

O FTSEurofirst 300 chegou a acumular perda de 7 por cento entre o fim de junho e o início de agosto, golpeado por temores de que o conflito na Ucrânia e tensões entre o Ocidente e Moscou poderiam afetar a frágil recuperação econômica da Europa e os resultados corporativos.

O índice alemão DAX, um dos mercados europeus mais impactados pelas preocupações com a turbulência na Ucrânia, chegou a recuar 11 por cento com as vendas generalizadas.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,33 por cento, a 6.777 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,93 por cento, a 9.401 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 1,23 por cento, a 4.292 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 2,06 por cento, a 20.010 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,3 por cento, a 10.556 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,64 por cento, a 5.726 pontos.

(Reportagem de Blaise Robinson)