1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Ações ficam próximas a máxima de 7 anos por esperanças sobre Ucrânia e BCE

HIDEYUKI SANO E SHINICHI SAOSHIRO - REUTERS

04 Setembro 2014 | 07h 49

As ações asiáticas se estabilizaram perto de máximas de sete anos nesta quinta-feira, sustentadas por esperanças de um cessar-fogo na Ucrânia, embora um clima cauteloso prevalecesse por ora, antes da reunião do Banco Central Europeu (BCE).

"Apesar de dedos cruzados de que o BCE colocará as impressoras em operação e sinais de que (o presidente russo, Vladimir) Putin já conseguiu o suficiente com a Ucrânia, ambos têm histórico de decepcionar", disse o operador da Capital Spreads Jonathan Sudaria, em nota para clientes.

Às 7h39 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,06 por cento, após uma breve escalada para uma máxima de sete anos, enquanto o índice japonês Nikkei teve queda de 0,3 por cento ante máximas de sete meses no dia anterior.

"Não há orientação definitiva vinda dos Estados Unidos. Investidores estão um pouco cautelosos sobre tensões geopolíticas", disse o consultor sênior de ações da RBS Morgans Reynolds Equities, Tony Russell.