Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » Apesar de crise econômica, Heineken avança no País

Economia & Negócios

DIVULGAÇÃO

Economia

Heineken

Apesar de crise econômica, Heineken avança no País

Vendas da cervejaria aumentaram no Brasil, a despeito da base de comparação elevada, em função da Copa em 2014

0

Fernando Nakagawa, CORRESPONDENTE,
O Estado de S.Paulo

11 Fevereiro 2016 | 08h54

LONDRES - A cervejaria holandesa Heineken destacou positivamente o desempenho das vendas no Brasil na divulgação do balanço financeiro de 2015. Dona das marcas Heineken, Kaiser e Amstel, a empresa informou ontem aos acionistas que, no ano passado, o volume total de vendas no País cresceu “com um dígito alto, a despeito da desaceleração econômica e da base de comparação elevada devido à Copa do Mundo no ano anterior”.

O balanço diz que a principal marca da empresa, a Heineken, registrou “crescimento do volume de dois dígitos no Brasil”. “Também houve forte desempenho do restante do portfólio ‘premium’, incluindo as marcas Desperados e Sol Premium, o que colaborou para o resultado positivo”, informa a empresa, que destaca o processo de aumento da importância das marcas de maior preço.

A cervejaria não detalha o resultado financeiro por país, mas o balanço informa que o lucro operacional nas Américas cresceu 15%, “com o México e o Brasil sendo os principais líderes”. Na região, o lucro operacional somou ¤ 904 milhões, sendo que as receitas somaram ¤ 5,159 bilhões.

Em todo o mundo, a cervejaria holandesa anunciou um lucro líquido de ¤ 1,9 bilhão (US$ 2,1 bilhões) em 2015, maior que o ganho de ¤ 1,5 bilhão registrado no ano anterior. A receita avançou para ¤ 20,5 bilhões no ano passado, ante ¤ 19,3 bilhões em 2014. A Heineken prevê que lucro e receita continuarão crescendo em 2016, apesar da volatilidade vista nos mercados emergentes e pressões deflacionárias. / COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.