Aposentado terá redução no benefício

O segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que entrar com o pedido de aposentadoria por tempo de contribuição este mês obterá um benefício ainda mais achatado em relação a quem deu entrada na papelada no mês passado. Isso vai ocorrer porque os fatores previdenciários de dezembro foram calculados levando em conta não só a progressividade da incidência do fator integral (o fator diminui um pouco todo mês), mas também a nova expectativa de vida do brasileiro, que, segundo o IBGE, passou a viver mais. E, quanto maior a expectativa de vida no momento da aposentadoria, menor o benefício, porque se presume que ele será pago por mais tempo. O fator leva em conta a idade que o segurado tem no momento da aposentadoria, o tempo do recolhimento e uma alíquota de contribuição. Neste mês, a média dos salários de contribuição para quem recolheu pelo teto desde julho de 1994 é R$ 1.562,58. Por exemplo: para um homem que recolheu pelo teto e possui 50 anos de idade e 35 de contribuição, o fator em dezembro é 0,8685, que, aplicado sobre a média de R$ 1.562,58, resultará em R$ 1.357,10. O valor do benefício inicial desse segurado ficará, portanto, abaixo do teto de R$ 1.430,00.

Agencia Estado,

17 Dezembro 2001 | 08h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.