HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Arezzo quer abrir até 60 lojas em 2018 e acelerar expansão nos EUA

Companhia anunciou o início de um plano de expansão de lojas próprias da marca Schutz nos Estados Unidos; a marca já é comercializada no mercado norte-americano, sobretudo em lojas de departamento

Dayanne Sousa, O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2017 | 19h49

A Arezzo&Co pretende abrir entre 55 e 60 novas lojas em 2018, número próximo das 50 abertas em 2017, segundo afirmou o diretor Financeiro da companhia, Daniel Levy. Ele falou ao Estadão/Broadcast durante reunião com analistas e investidores da companhia. Além da expansão no Brasil, a rede vai iniciar um processo de ampliação da presença da marca Schutz nos Estados Unidos.

A expansão no Brasil terá como foco um novo modelo de loja da marca Arezzo voltado para franqueados em cidades de menor porte. O formato "light" já teve algumas lojas inauguradas em 2017 e, até o final do ano, serão 9 pontos de venda desse tipo.

A marca de calçados sem salto Anacapri também deve manter o ritmo de expansão dos últimos anos, de abertura de 20 a 30 novas lojas. Uma marca mais jovem no grupo, a Fiever também deve ter um ano de expansão em 2018, afirmou Levy.

++'Sou um sapateiro', diz o homem que faturou R$ 1,5 bi no ano passado

Estados Unidos. A Arezzo&Co anunciou ainda o início de um plano de expansão de lojas próprias da marca Schutz nos Estados Unidos. A marca já é comercializada no mercado norte-americano, sobretudo em lojas de departamento.

Hoje a Schutz tem duas lojas no país, mas elas são lojas conceito (flagships), mais dedicadas a divulgar a marca. Agora, afirma Levy, a companhia inicia um plano de abertura de pontos comerciais.

De acordo com Levy, a empresa já mapeou pontos de venda em shoppings em Nova York e regiões próximas, além da Flórida. Já há planos para duas lojas em 2018, mas essas aberturas podem aumentar conforme a companhia obtenha sucesso.

++Vendas no varejo alcançam em outubro o sexto mês seguido em alta, aponta Mastercard

O potencial de lojas para o mercado norte-americano é grande, segundo Levy. Ele compara a Schutz a outras marcas que já alcançaram 70 lojas no país.

Para dar conta dessa expansão, a Arezzo&Co já montou uma estrutura logística e tem ainda um estilista para desenhar peças exclusivas para o mercado norte-americano. 

Mais conteúdo sobre:
Arezzo Varejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.