1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Austrália diz que chance de ocorrência de El Niño se mantém em 70%

REUTERS

17 Junho 2014 | 13h 28

O escritório de meteorologia da Austrália disse que a chance de formação de El Niño permanece em 70 por cento, embora a agência tenha afirmado que alguns sinais indicativos associados ao padrão climático tenham perdido força nas últimas semanas.

"Ainda acreditamos na probabilidade do El Niño", disse Andrew Watkins, supervisor de previsão climática do Escritório de Meteorologia da Austrália.

"Mas observações recentes podem sugerir um El Niño mais tardio e talvez uma chance reduzida de um forte El Niño como o que vimos em 1997/98."

O escritório disse que o aquecimento do oceano diminuiu, ante observações anteriores a eventos prévios de El Niño, quando as temperaturas continuaram subindo.

A agência também disse ter observado um valor positivo recente do Southern Oscillation Index --um indicador de flutuações em larga escala na pressão atmosférica entre a parte oeste e leste do Pacífico tropical.

Valores positivos estão relacionados a um frio atípico nas águas oceânicas na parte leste tropical do Pacífico, o que geralmente está associado ao evento climático oposto, o La Niña.

Entretanto, apesar do enfraquecimento de alguns indicadores, o escritório australiano disse que ainda espera um El Niño na primavera do hemisfério sul em 2014.

O El Niño --um aquecimento das temperaturas no Pacífico--afeta os padrões de ventos e pode ser o gatilho tanto para enchentes como para a seca em diferentes partes do globo, afetando a agricultura e a oferta de alimentos.

Os departamentos climáticos dos Estados Unidos e do Japão também esperam o desenvolvimento do El Niño.

(Por Colin Packham)