Balança tem superávit de US$ 3,681 bilhões em março

O saldo da balança comercial de março foi o melhor resultado do ano. O superávit do período foi de US$ 3,681 bilhões, o que representa um aumento de 30,43% ante fevereiro, quando o total ficou em US$ 2,822 bilhões, e 29,43% maior do que os US$ 2,844 bilhões de janeiro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, que registrou lucro de 3,342 bilhões, o crescimento foi de 10,14%. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, vendas externas no período somaram US$ 11,367 bilhões, enquanto as compras ficaram em 7,686 bilhões em importações. A média de exportações ficou em US$ 494,2 milhões ao dia, ao passo que as importações diárias figuraram em algo em torno de R$ 334,2 milhões. Aumento das importações Mesmo com o superávit apresentando crescimento em todas as comparações, a tendência de aumento das importações permanece. Na comparação com março do ano passado, a média diária das importações cresceu 24,4%, enquanto que a média das exportações teve um crescimento de 17,5%. Já em relação a fevereiro passado, a média diária das importações teve um crescimento de 1,5% e das exportações, 1,7%. No acumulado do ano, a média das exportações cresceu 16,4%, mas a média das importações teve um aumento maior: 20,2%. No acumulado em 12 meses, as vendas somaram US$ 123,245 bilhões, e as compras US$ 77,446 bilhões. Na comparação com o acumulado de abril de 2005 a março de 2005, a média das exportações em 12 meses cresceu 20,5% e das importações 17%. Acumulado e última semana No ano, o saldo acumulado passa para US$ 9,346 bilhões, com exportações de 29,388 bilhões e importações de US$ 20,042 bilhões. Na última semana de março, a balança comercial fechou com um superávit de US$ 665 milhões, com exportações de US$ 2,276 bilhões e importações de US$ 1,611 bilhão. Este texto foi atualizado às 16h01.

Agencia Estado,

03 Abril 2006 | 10h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.