1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Bolsas asiáticas fecham em alta, seguindo Nova York

ALEXANDRE DALLARA - Estadão Conteúdo

19 Agosto 2014 | 08h 13

As bolsas da Ásia fecharam o dia em alta, seguindo a sessão de ontem em Nova York e influenciadas pela expectativa de continuidade das baixas taxas de juros na região. Em Hong Kong, o índice do mercado de ações atingiu o maior nível em seis anos. Com forte alta no fim da sessão, o Hang Seng ultrapassou a barreira dos 25 mil pontos, com avanço de 0,67%, para 25.122,95 pontos.

O chinês Shenzhen Composto também apresentou ganho no pregão desta terça-feira, subindo 0,36%, a 1.223,09 pontos. O Xangai Composto valorizou 0,26%, a 2.245,33 pontos.

Em Taiwan, o avanço foi ainda mais forte, numa recuperação técnica que veio após a queda de ontem. O Taiex encerrou a sessão com alta de 1,12%, a 9.243,78 pontos, maior avanço em duas semanas.

O Kospi, da bolsa da Coreia do Sul, teve valorização de 0,88%, para 2.071,14 pontos, enquanto o filipino PSEi subiu 0,79%, a 7.082,75 pontos, e o Straits Times, de Cingapura, avançou 0,11%, para 3.316,43 pontos.

Na Oceania, as ações listadas em Sydney foram favorecidas por bons resultados corporativos, com as mineradoras BHP Billiton (+1,4%) e Rio Tinto (+1,6%) em forte alta. O índice australiano S&P/ASX 200 fechou com o maior avanço em duas semanas, de 0,66%, a 5.623,80 pontos, na quarta sessão de ganhos seguidos.

Segundo o estrategista chefe da IG, Chris Weston, a bolsa australiana deve atingir o maior patamar dos últimos seis anos, acima dos 5.644 pontos, ainda nesta semana. "Os riscos geopolíticos estão precificados e as sessões são de alta porque o mercado de ações continua favorável enquanto as taxas de juros extremamente baixas pressionarem a renda fixa", disse. Com informações da Dow Jones Newswires.