Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia & Negócios

Economia » BC aprova compra do HSBC pelo Bradesco

Economia & Negócios

Paulo Whitaker/Reuters

Economia

Bradesco

BC aprova compra do HSBC pelo Bradesco

Banco foi autorizado por órgão regulador a adquirir ativos do concorrente estrangeiro; negócio ainda aguarda a aprovação do Cade

0

Fátima Laranjeira, Aline Bronzati, Célia Froufe,
O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2016 | 18h52

O Banco Central aprovou nesta terça-feira, 5, a aquisição de 100% do capital social do HSBC Brasil e do HSBC Serviços e Participações pelo Bradesco, conforme adiantou o Broadcast, serviço de informações da Agência Estado. Falta, agora, o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

O Bradesco anunciou a aquisição do HSBC em agosto do ano passado por US$ 5,2 bilhões. Sua proposta superou a do espanhol Santander que chegou ao final da disputa pelo ativo. Ao longo das negociações, o Itaú Unibanco também olhou os números do banco e chegou a fazer uma proposta não-vinculante, mas não seguiu adiante.

Para que a operação seja concluída, cabe às instituições executarem os atos previstos na legislação. O BC informou que a aprovação também compreende a assinatura de um Acordo em Controle de Concentração (ACC), que prevê o compartilhamento com os clientes de sinergias obtidas pela instituição compradora (Bradesco). O ACC inclui manutenção de valor de tarifas e de agências e também a melhora no atendimento de clientes. Esse acordo será fechado entre o BC e o Bradesco "nos próximos dias" e levará em conta as condições já acordadas entre as partes. Um extrato desse acordo será divulgado "oportunamente", informou o órgão regulador.

O BC também aprovou a transformação da HSBC Leasing em banco de investimento, conforme divulgação feita no Diário Oficial da União desta terça-feira, 5. Essa empresa do HSBC não foi adquirida pelo Bradesco e o grupo HSBC Internacional continuará operando no Brasil com foco em atacado.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.