1. Usuário
Assine o Estadão
assine

CEO da Glencore diz não acreditar que conversas com Vale sobre níquel foram interrompidas

REUTERS

03 Setembro 2014 | 07h 10

Segundo Ivan Glasenberg, a empresa quer deixar sua fatia de 25% na produtora de platina Lonmin "no momento certo"

Arnd Wiegmann/Reuters
O presidente-executivo da mineradora Glencore, Ivan Glasenberg

O presidente-executivo da mineradora e negociadora de commodities baseada na Suíça Glencore, Ivan Glasenberg, afirmou que as conversas com a brasileira Vale sobre a combinação de seus ativos de níquel no Canadá estão "em dificuldades", mas que não acredita que foram interrompidas.

Na terça-feira, a Reuters noticiou que as discussões sobre combinar as unidades de extração e processamento de níquel, vizinhas na região de Sudbury, no sudeste do Canadá, foram encerradas parcialmente devido ao desacordo sobre como compartilhar os custos e as economias.

Glasenberg acrescentou que a Glencore ainda quer deixar sua fatia de 25 por cento na produtora de platina Lonmin "no momento certo".

(Por Ed Stoddard)