China suspende importações de frango de 14 países

As autoridades chinesas suspenderam as importações de frango e produtos derivados procedentes de 14 países nos quais foram descobertos casos de gripe aviária, informaram fontes oficiais recolhidas hoje pela imprensa oficial. Os 14 países afetados pela suspensão chinesa são Tailândia, Vietnã, Indonésia, Camboja, Japão, Coréia do Norte, Romênia, Croácia, Cazaquistão, África do Sul, Mongólia, Turquia, Rússia e Suécia, segundo o periódico China Daily. O Ministério do Comércio, o Ministério da Agricultura, a Administração Geral de Alfândegas e a Administração de Qualidade, Supervisão, Inspeção e Quarentena (AQSIQ) tomaram esta decisão em 28 de outubro. A suspensão de importações pretende evitar a propagação de epidemias animais como a gripe aviária, a proteção da saúde humana e garantir a segurança das produções chinesas. A suspensão será válida até nova ordem, acrescentou a fonte, que não parece estabelecer diferença entre os países com focos controlados e outros ainda em processo. Também não menciona diretamente a cepa mortal H5N1, a detectada na maioria destes países, segundo a Organização Mundial de Saúde Animal, cuja lista não coincide totalmente com a chinesa, que por exemplo não inclui a Suécia como foco confirmado, embora Pequim tenha proibido suas importações. A China sofreu este ano sete focos diferentes de gripe aviária em animais nas províncias do Tibet, Xinjiang, Mongólia Interior, Anhui, Hunan e Qinghai (dois focos) neste ano, mas não foram detectados casos em humanos, segundo as autoridades.

Agencia Estado,

02 Novembro 2005 | 07h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.