FOTO DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
FOTO DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Construtora Viver repassa imóveis para Bradesco

Empresa, que está em recuperação judicial, transferiu alguns ativos em Belo Horizonte e São Paulo para quitar a sua dívida

Reuters

17 Agosto 2017 | 22h58

A construtora e incorporadora Viver, que está em recuperação judicial desde setembro do ano passado, anunciou nesta quinta-feira, 17, que concluiu a transferência de alguns ativos em Belo Horizonte e em São Paulo para o Bradesco, em negociação para quitar sua dívida.

A empresa repassou ao banco 51 unidades do hotel de luxo Radisson Blu Belo Horizonte e terreno localizado na rodovia Dom Pedro I, em Campinas (SP), para garantia do pagamento de Cédula de Crédito Bancário, que no final de julho tinha saldo de R$ 66,6 milhões.

Em fato relevante, a companhia informou que as unidades do hotel têm valor contábil registrado de aproximadamente R$ 25 milhões e o terreno de R$ 26,3 milhões.

Com dívidas que superam R$ 1 bilhão, a Viver foi a primeira incorporadora brasileira de capital aberto a entrar com pedido de recuperação judicial. As ações da companhia fecharam ontem com queda de 3,15%, sendo cotadas a R$ 2,15. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.