1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa do Mundo: Corrida contra o tempo

O Estado de S.Paulo

20 Abril 2014 | 02h 06

Aeroportos aceleram obras para o torneio; terminais trazem novidades só vistas no exterior

Cerca de dois anos após o leilão dos aeroportos de Brasília, Guarulhos e Viracopos, as empresas aceleram para terminar as obras antes da Copa. A primeira delas foi entregue na última quarta-feira, quando a concessionária Inframérica, responsável pela administração do Aeroporto de Brasília, inaugurou a área conhecida como Píer Sul, que ampliará a capacidade do terminal de 16 milhões de passageiros por ano para 21 milhões.

No Aeroporto de Guarulhos, a obra do terceiro terminal segue por 24 horas por dia e 7 dias por semana em um mutirão que envolve 8 mil trabalhadores. A concessionária diz que 98% da obra está concluída e confirma a inauguração no dia 11 de maio. Já em Viracopos, a concessionária promete que o novo terminal estará pronto na mesma data, mas, ao mesmo tempo, negocia com o governo para não pagar a multa por atraso na obra.

A inauguração dos novos terminais de Guarulhos, Viracopos e da nova área de Brasília ocorrem cerca de um mês antes da Copa do Mundo. Apesar de o início das atividades, as novas estruturas vão operar com capacidade reduzida no Mundial. O terminal 3 de Guarulhos terá apenas oito empresas operando até a Copa, de um total de 25 que estarão no novo espaço após o período de transição. Já o novo terminal de Viracopos terá apenas um dos três píeres projetados em operação. Depois da Copa do Mundo, as obras continuam e novas estruturas, como hotéis e edifícios-garagem, serão erguidas.