1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Copa do Mundo já começou nas lojas da Rua 25 de Março

Celso Filho, de O Estado de S. Paulo

11 Março 2014 | 17h 27

Comércio já está decorado e muitos atacadistas buscam artigos nas cores verde e amarela para receber a torcida brasileira nas proximas semanas

SÃO PAULO - As vitrines e prateleiras da região da Rua 25 de Março, maior centro de comércio popular do Brasil, já entraram no espírito da Copa do Mundo.

A decoração verde e amarela está em todos os lados e os comerciantes apostam no grande evento para esquentar as vendas nas próximas semanas.

Entre os apetrechos oferecidos para a torcida brasileira estão as inesquecíveis vuvuzelas, que fizeram sucesso e muito barulho na Copa da África do Sul. E também fones de ouvido, espécie de antídoto para quem quiser se prevenir contra as cornetas e ouvir os jogos pelo rádio.

Há camisetas, uniformes e até perucas nas cores da bandeira para todos os gostos. Na loja Brilhos, especializada em fantasias, há kits completos para o torcedor entrar em ação dentro ou fora dos estádios.

O conjunto organizado pela proprietária da loja vem com corneta, chapéu, óculos, colar e bandeira, e sai por R$ 15. A opção com a peruca é R$ 22. As lojas usam decoração verde amarela para atrair os torcedores. Na Festas e Fantasias, o futebol divide espaço com o que restou das alegorias de carnaval. Segundo a gerente da loja, Maria de Assunção, a decoração com temas da Copa começou a aparecer desde o dezembro e vem ganhando cada vez mais espaço na região.

A expectativa é de que o clima de torcida no País vai crescer daqui para a frente e alavancar as vendas. Por enquanto, a maior parte das vendas são para revendedores e empresas que estão preparando sua decoração para o período da Copa. Os lojistas esperam uma avalanche de consumidores quando os jogos começarem.

"Por enquanto, a torcida ainda está meio tímida, mas a animação vai crescer e melhorar as vendas a partir de maio. As pessoas sempre deixam para a última hora", explica a comerciante.

Procura. A aposentada Nereida Rodrigues, de 65 anos, aproveitou a calmaria depois das vendas de carnaval para já garantir alguns produtos para seus dois netos, um de 12 anos e outro 13, poderem torcer nos jogos do Brasil.

"Por enquanto, o preço está bom, mas vamos ver mais pra frente", afirma a consumidora, que tem o costume de ir à Rua 25 de Março para aproveitar as promoções.

Copa 2014