1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Critérios diferentes para avaliar as classes sociais

O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2012 | 03h 08

Estudos que avaliam a distribuição da população brasileira por classe social podem usar parâmetros diferentes para agrupar os cidadãos. A IPC-Maps, por exemplo, utiliza o Critério Brasil, elaborado pela Associação Brasileira das Empresas de Pesquisa (Abep) e usado pelas empresas do setor. Por esse critério, os domicílios são classificados pela posse de bens duráveis como carro, geladeira, freezer; pela casa ter banheiro; dispor de empregada doméstica mensalista; e pelo nível de escolaridade do chefe da família. Por exemplo, são considerados domicílios de classe E aqueles que atingem até sete pontos, numa escala de zero a 46 pontos para todas as classes. O Critério Brasil tem como objetivo exclusivo estimar o potencial de consumo de domicílios no contexto de pesquisas de marketing. Já a classificação usada pelo instituto Data Popular leva em conta a renda per capita mensal da população domiciliar. Por esse critério, cada membro da classe E recebe R$ 79./ M.C.

  • Tags: