Cuidados ao alugar imóvel no litoral

Antes de alugar um imóvel para temporada é importante que o turista tome cuidados básicos para garantir os dias de sosssego. O diretor de Legislação do Inquilino do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), Jaques Bushatsky, lembra aos pretendentes a inquilino que a locação é um investimento, às vezes alto, e uma decepção pode estragar uma parte das férias que não será possível recuperar. O principal cuidado a ser tomado é na hora da escolha da unidade. "O locatário deve visitar o imóvel antes de assinar o contrato. As pessoas fazem a locação por telefone, deixam parte do aluguel pago e quando chegam na praia encontram um imóvel que não era desejado", diz. Para evitar esse problema, a Seaport Imóveis, tem como norma só efetivar a locação se os interessados visitarem o imóvel. O locatário também precisa deixar um cheque caução, que é devolvido poucos dias depois da entrega das chaves, para cobrir possíveis danos ao imóvel ou aos bens existentes nele. A imobiliária trabalha no litoral norte, principalmente, com casas de alto padrão em praias a partir da Juréia até Guaecá, cujas diárias chegam a R$ 3 mil. Bushatsky recomenda que locador e locatário façam, juntos, visitas ao imóvel antes e depois da entrega das chaves e relacionem todos bens existentes e seu estado de conservação. Seaport Imóveis - (12) 463-2228.

Agencia Estado,

03 Dezembro 2001 | 17h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.