Fotos Públicas
Fotos Públicas

Desembolsos de linha do BNDES para financiar compra de máquinas crescem 11%

Foram R$ 17,6 bilhões desembolsados pela linha Finame de janeiro a novembro deste ano; trata-se de 'um importante termômetro da recuperação da atividade econômica', segundo nota do banco

Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

19 Dezembro 2017 | 17h14

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informou nesta terça-feira, 19, que os desembolsos da linha Finame somaram R$ 17,6 bilhões de janeiro a novembro deste ano, uma alta de 11% em relação ao mesmo período de 2016.

A linha Finame é voltada para o financiamento da produção, modernização e compra de máquinas e equipamentos, "um importante termômetro da recuperação da atividade econômica", segundo nota do banco de fomento.

++União não tem recursos para resolver o déficit de infraestrutura do País, diz Dyogo

As aprovações da Finame - última etapa antes da contratação e do desembolso - alcançaram R$ 19,7 bilhões de janeiro a novembro, expansão de 22% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Já a linha de financiamento BNDES Giro - voltada para capital de giro de empresas - alcançou R$ 6,2 bilhões de janeiro a novembro, aumento de 199% em relação ao mesmo período do ano passado.

OPINIÃO: 2018 melhor para setor de materiais de construção

No acumulado em 12 meses até novembro, a linha de capital de giro desembolsou R$ 6,8 bilhões, volume 177% maior que nos 12 meses anteriores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.