1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Educação garante democracia e crescimento, diz Dilma

JOSÉ ROBERTO CASTRO E CARLA ARAÚJO - Agencia Estado

28 Janeiro 2014 | 23h 05

A presidente Dilma Rousseff defendeu na noite desta terça-feira, 28, em Havana, que a educação é a condição para que os países latino-americanos e caribenhos enfrentem o desafio de "moldar ações democráticas" e "alicerçar o crescimento" com base em tecnologia e inovação. A presidente afirmou que a melhoria da educação possibilitará que os países criem uma geração de jovens que tenham qualidade técnica, sejam pesquisadores, cientistas e inovadores.

Segundo Dilma, em comum entre os países integrantes da Cúpula da Comunidade de Estados Latino Americanos e Caribenhos (Celac), está o fato de eles crescerem comprometidos com a distribuição de renda. A presidente defendeu a capacidade dos países do bloco de atraírem investimentos mesmo depois da crise mundial.

"Tudo foi possível porque soubemos consolidar as bases de nossa economia com políticas responsáveis, sem sacrificar o objetivo de crescer e de reduzir desigualdades", afirmou a presidente. Antes de terminar, Dilma disse que o objetivo da cúpula é buscar um lugar melhor para todos os países na arena internacional. "Mais do que nunca, o Brasil sente-se parte da América Latina e do Caribe. Compartilhamos uma identidade e uma trajetória histórica comum", afirmou.