Em dois novos livros, o resgate das ideias de Campos

Livros reúnem impressões e análises de personalidades da diplomacia, da economia, da política e da cultura, que conviveram com Roberto Campos

José Fucs, O Estado de S.Paulo

16 Abril 2017 | 05h00

Para marcar o aniversário de 100 anos de Roberto Campos, dois novos livros sobre a sua vida e as suas ideias serão lançados nesta segunda-feira, 17 – “O homem que pensou o Brasil”, organizado pelo diplomata Paulo Roberto de Almeida, e “Lanterna na proa”, organizado pelo economista Paulo Rabello de Castro e pelo advogado tributarista Ives Gandra da Silva Martins.

Os dois livros reúnem impressões e análises de personalidades da diplomacia, da economia, da política e da cultura, que conviveram com Roberto Campos, em maior ou menor grau, ao longo de sua trajetória de mais de meio século de vida pública. Ambos também procuram destacar a atualidade de suas ideias, num momento em que o Brasil tenta superar, mais uma vez, os males causados pela adoção das velhas fórmulas econômicas que ele tanto contestava – o estatismo, o protecionismo e o populismo. De certa forma, as duas obras se completam e juntas traçam um perfil detalhado de um dos personagens mais brilhantes e controversos da nossa história.

Além dos dois lançamentos – ambos marcados para amanhã, às 19h, na livraria Argumento, no Rio de Janeiro –, será realizado um seminário aberto ao público na terça-feira, no Palácio Itamaraty, também no Rio, para discutir a trajetória e o pensamento de Roberto Campos.

Leia nas reportagens a seguir trechos dos dois livros obtidos com exclusividade pelo Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.