1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine

Emprego está garantido neste ano, diz Manoel Dias

NIVALDO SOUZA - Agencia Estado

11 Março 2014 | 11h 28

O ministro do Trabalho, Manoel Dias, afirmou nesta terça-feira, 11, que o nível de emprego no Brasil deve se manter positivo ao longo de 2013. "O emprego está garantido neste ano", disse o ministro. Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes ao mês de fevereiro serão apresentados no início da próxima semana, mas Dias sinalizou com uma sétima alta consecutiva em criação de postos de trabalho.

"O resultado não será pior do que foi em janeiro", indicou. Em janeiro, o Brasil gerou 29.595 empregos formais. "Nos últimos seis meses vimos um crescimento permanente e os números estão se consolidado (para um sétimo mês de alta)", disse.

O ministro avaliou, contudo, que, apesar do nível de emprego quase pleno, há entrave representado, entre outros fatores, pela alta rotatividade de trabalhadores. "Atingimos o pleno emprego, agora falta melhorar esse emprego para melhorar a renda real", afirmou.

Embora não existam estudos medindo o impacto negativo dessa rotatividade, o governo começou a discutir mecanismos para controlá-la. A avaliação é de que a rotatividade pressione os gastos com o seguro-desemprego.

O setor de construção é apontado como o vilão do emprego por demitir trabalhadores ao final das obras. Esse será um dos temas do Seminário sobre Rotatividade no Mercado de Trabalho: Diagnósticos e Propostas de Enfrentamento, que o Ministério do Trabalho e Emprego realiza em Brasília entre esta terça e quarta-feira.

Entre as opções em debate está a de pagar salário durante o intervalo de obras no lugar do pagar seguro-desemprego, obrigando as construtoras a absorver a mão de obra em novos projetos.