‘Estadão’ lança ranking das melhores empresas do País

Elaborado em parceria com a FIA, anuário traz lista de empresas com melhor desempenho em 22 setores avaliados

O Estado de S.Paulo

25 Setembro 2015 | 02h04

O Estadão vai lançar na próxima terça-feira o ranking Empresas Mais, que traz uma lista das companhias brasileiras com os melhores resultados em 22 setores avaliados. O ranking será anual e foi elaborado a partir de uma metodologia inovadora da Fundação Instituto de Administração (FIA), com o acompanhamento técnico da equipe do Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado.

A FIA avaliou o balanço financeiro de mais de 5 mil empresas e identificou as que tiveram os melhores desempenhos. "É uma metodologia inovadora. Fizemos uma série de transformações matemáticas que conseguem manter uma avaliação relativa das empresas conforme seu porte, mas colocá-las em bases comparáveis", disse o coordenador de projetos da FIA, Sérgio de Oliveira Assis.

O Empresas Mais terá uma lista das 100 empresas brasileiras com maior retorno financeiro e das três companhias que mais se destacaram em cada um dos 22 setores avaliados. Além disso, o anuário terá uma relação das 1,5 mil maiores companhias brasileiras, elaborada com base nos faturamentos.

Os vencedores serão anunciados na próxima terça-feira, na Casa Petra, em São Paulo. Além dos representantes das empresas, também participarão do evento o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

O Empresas Mais chega ao mercado em um momento em que o País enfrenta uma crise econômica, ampliando a necessidade das empresas brasileiras em buscar eficiência.

"Nesses tempos de enormes incertezas, é reconfortante sublinhar o esforço de grandes empresas que alcançaram resultados sólidos num ambiente desfavorável para os negócios. Esse reconhecimento da gestão competente através do Empresas Mais é parte fundamental de nosso trabalho jornalístico", afirmou o editor-chefe da Agência Estado, João Caminoto.

Um resumo do ranking será publicado em um encarte especial do Estadão no próximo dia 9. O anuário completo estará nas principais bancas de jornal no dia 10.

"O Estadão é líder de audiência no noticiário de economia e negócios e agora vai oferecer uma informação a mais nessa área para o mercado", disse o diretor de Projetos Especiais do Estadão, Ernesto Bernardes.

Metodologia. Para elaborar o ranking Empresas Mais, a FIA criou um "coeficiente de impacto financeiro", indicador que considera tanto o resultado das empresas quanto o seu porte.

De acordo com Assis, o coeficiente de impacto financeiro foi calculado por meio de uma média de outros dois índices - um para avaliar o porte da empresa e o outro para analisar o seu resultado.

No primeiro indicador, foram considerados os ativos totais das companhias e suas receitas. Já o indicador de porte considera a expansão do faturamento e o retorno sobre o ativo. "O passado das empresas não é ignorado. Analisamos resultados financeiros de 2011 a 2014, com um peso maior para os mais recentes."

 

Mais conteúdo sobre:
empresas mais O Estado de S. Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.