'Estado' lança Placar da Previdência, com intenção de votos de parlamentares em tempo real

'Estado' lança Placar da Previdência, com intenção de votos de parlamentares em tempo real

Ferramenta será um agregador de votações importantes no Congresso Nacional; leitor poderá enviar e-mails aos deputados e fazer comentários

O Estado de S.Paulo

05 Abril 2017 | 16h26

Estadão lançou nesta quarta, 5, o Placar da Previdência, ferramenta que traz, em tempo real, a intenção de voto dos deputados em relação à reforma proposta pelo governo. Cerca de vinte repórteres do Estado contataram todos os parlamentares, que tinham as seguintes opções de resposta: a favor da proposta de reforma, a favor com quatro opções de ressalva, contra, prefere não responder, indeciso ou ausente.

“A Previdência é um tema muito importante para a população, então percebemos que essa votação seria ideal para o lançamento da plataforma”, afirma Fabio Sales, editor executivo de arte do Estado.

O Placar da Previdência é uma das ferramentas do Placar Estadão, um agregador de votações importantes do Congresso Nacional. Ele permitirá que os leitores acompanhem votações em andamento em Brasília com a posição de cada deputado e senador sobre determinada pauta. A cada pleito, os parlamentares estarão listados com fotos e o leitor poderá pesquisar como cada um pretende votar. Além da explicação sobre o tema em questão, a plataforma dispõe de filtros que permitem a visualização por Estado, partido ou posição.

Além de poder navegar pela lista de parlamentares, a plataforma também é interativa: o leitor poderá enviar um e-mail para o parlamentar que desejar e cobrar um posicionamento, além fazer comentários. “O maior desafio foi manter a simplicidade da plataforma e ao mesmo tempo comunicar um grande volume de informações”, afirma Vinicius Sueiro, designer e programador do Estado. Deputados e senadores também poderão enviar um vídeo defendendo a sua posição.

Mais conteúdo sobre:
Aposentadoria Inss

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.