1. Usuário
Assine o Estadão
assine

'Estado' premia jovens lideranças

O Estado de S.Paulo

04 Maio 2012 | 03h 01

Premiação, feita em parceria com a XYZLive, tem por objetivo promover iniciativas que contribuem para o desenvolvimento do País

Foram anunciados ontem os vencedores do prêmio Jovens Lideranças, promovido em parceria entre o Estado e a XYZLive. O objetivo da premiação é promover iniciativas na economia, cultura e esportes que contribuam para o desenvolvimento do País. A cerimônia de premiação foi realizada no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

O presidente do Grupo Boticário, Artur Grynbaum, vencedor na categoria Indústria, diz que o grupo de cosméticos teve, desde a sua fundação, a preocupação com a preservação da natureza. "É algo que persiste até hoje, mesmo em novos negócios, como a marca Skingen", disse.

A empresa é dona da maior rede de franquias do Brasil, tanto em número de lojas quanto em faturamento.

Vencedora da categoria Finanças, a chefe da área de banco de investimento do JP Morgan, Patrícia Moraes, participou do processo de expansão da instituição no Brasil. "Apresentamos o projeto durante a crise de 2008, e o nosso CEO decidiu pela aposta no Brasil", lembra. O plano de crescimento do JP Morgan elevou o número de funcionários no Brasil de 350 para 1.000.

Um dos fundadores de um símbolo da internet no País, o Buscapé, Romero Rodrigues foi o premiado na categoria Tecnologia. Hoje, o Buscapé é um grupo de 20 empresas ligadas ao comércio eletrônico. Ele diz que a nova onda de investimentos na internet é positiva, e que traz oportunidades de inovação. "Mas criatividade por si só não é nada. Ideia boa é ideia implementada."

Na categoria Terceiro Setor foi premiada Sylvia Guimarães, do projeto de incentivo ao hábito da leitura Vaga Lume, que atende a 164 comunidades na Amazônia. "O projeto nasceu para durar um ano e já completou dez. Mas ainda enfrentamos dificuldade para fechar nosso orçamento todos os anos, de R$ 2,2 milhões", disse.

Além desses quatro, também foram premiados Priscila Cruz, da ONG Todos pela Educação (Educação); o nadador César Cielo (Esporte); o rapper Criolo (Cultura); Alexandre Costa, da Cacau Show (Varejo); Carla Sarni, da Sorridents (Serviços); e Erasmo Carlos Batistella, da BSBios (Agronegócios).

O júri incluiu o escritor Marcelo Rubens Paiva; Wanda Engel, superintendente do Instituto Unibanco; Pedro Parente, presidente da Bunge Brasil; Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central; Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna; Laércio Cosentino, presidente da Totvs; Marco Antonio Bologna, presidente da TAM; Luiza Trajano, presidente do Magazine Luiza; a ex-jogadora de basquete Hortência Marcari; e o presidente da mineradora Vale, Murilo Ferreira.

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo