EUA podem crescer 3% sem pressionar inflação, diz Casa Branca

EUA podem crescer 3% sem pressionar inflação, diz Casa Branca

Declaração de Kevin Hassett, presidente do Conselho Econômico da Casa Branca, foi feita um dia após divulgação de relatório sobre potencial de crescimento americano

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

22 Fevereiro 2018 | 18h09

O presidente do Conselho Econômico da Casa Branca, Kevin Hassett, afirmou na tarde desta quinta-feira, 22,  que a economia dos Estados Unidos tem a capacidade de se expandir sem pressionar os preços.

As declarações de Hassett foram feitas um dia depois de o conselho presidido por ele divulgar um longo relatório que discorre sobre o potencial de crescimento dos Estados Unidos nos próximos anos. Ao defender a desregulamentação da economia e o aumento dos investimentos em infraestrutura, o texto estimou que o crescimento pode chegar à taxa média de 3% na próxima década.

"E nós podemos crescer 3% sem pressionar muito a inflação", complementou Hassett, em coletiva de imprensa em Washington.

+Bolsa bate novo recorde influenciada pelos EUA

Na coletiva, Hassett defendeu-se das críticas recentes à política cambial americana e disse que não houve mudanças desde que o presidente Donald Trump assumiu o poder. "O secretário (Steven) Mnuchin já explicou isso bem", ponderou.

Ao ser questionado sobre os tombos recentes nos mercados acionários americanos, Hassett disse que a volatilidade "faz parte da lógica do mercado".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.