1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

EUA processam Volkswagen por escândalo de emissões

- Atualizado: 04 Janeiro 2016 | 17h 50

Agência de Proteção Ambiental alega que montadora alemã violou a lei ao instalar dispositivos manipuladores em 600 mil carros a diesel

NOVA YORK - O Departamento de Justiça dos Estados Unidos entrou com uma ação judicial contra a Volkswagen nesta segunda-feira, 4, por causa da alegada instalação de dispositivos manipuladores de emissão de poluentes em cerca de 600 mil veículos movidos a diesel.

A queixa civil, apresentada em nome da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês), alega que a montadora alemã violou a Lei do Ar Limpo ao produzir e comercializar veículos que foram desenvolvidos de forma diferente dos que foram informados para a requisição de certificação da EPA e do Conselho de Recursos Aéreos da Califórnia.

Fábrica da Volswagem em Woodbrigde, na Virgínia, nos Estados Unidos. Dispositivos manipuladores prejudicam os sistema do controle de emissões de poluentes dos carros

Fábrica da Volswagem em Woodbrigde, na Virgínia, nos Estados Unidos. Dispositivos manipuladores prejudicam os sistema do controle de emissões de poluentes dos carros

Nenhum porta-voz da Volkswagen se disponibilizou imediatamente para comentar o assunto.

Os dispositivos manipuladores prejudicam os sistema do controle de emissões de poluentes dos veículos ao fazer com que o carro emita mais poluentes do que o permitido pelos padrões da EPA. /DOW JONES NEWSWIRES

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX