André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

'Expectativa é que Congresso vote reforma da Previdência em outubro', diz Meirelles

Ministro da Fazenda fez a afirmação em sua conta no Twitter; sinal de ambiente favorável vem depois da aprovação das novas metas fiscais para 2017 e 2018 e da criação da TLP

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

11 Setembro 2017 | 13h13

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira, 11, em sua conta no Twitter que as discussões sobre a reforma da Previdência foram retomadas. "A expectativa é que (a reforma) seja votada no Congresso em outubro", escreveu o ministro, repetindo o que havia falado à imprensa no domingo, 10.

Na semana passada, o governo obteve duas importantes vitórias no Congresso Nacional com a aprovação das mudanças nas metas fiscais de 2017 e 2018 e da criação da nova taxa de juros dos financiamentos do BNDES, a chamada Taxa de Longo Prazo (TLP).

Esses resultados foram recebidos como um sinal de ambiente mais favorável ao governo para votar matérias de seu interesse - o que se soma à recente reviravolta no campo político, com a possibilidade de reversão de benefícios concedidos a executivos da JBS que implicaram o presidente Michel Temer em suas delações, mas teriam omitido outras informações.

Meirelles também publicou no Twitter que, após a aprovação das mudanças nas regras previdenciárias, o governo vai trabalhar na formulação da reforma tributária, "com objetivo de simplificar o sistema".

Enquanto isso, já nas próximas semanas, o Congresso deve começar a debater a nova lei de recuperação judicial. Esse, segundo o ministro, é o próximo item da agenda de estímulo à produtividade do governo.

++Por que se preocupar com a Previdência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.