1. Usuário
E&N
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Exportação de carne de frango bate recorde em 2015

- Atualizado: 05 Janeiro 2016 | 19h 35

Embarques aumentaram 5% no ano e somaram 4,3 milhões de toneladas; exportações cresceram 14,3% na comparação mensal e tiveram o melhor desempenho já registrado

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) informa que a exportação brasileira de carne de frango (considerando todos os produtos, entre frangos inteiros, cortes, salgados, processados e embutidos) em dezembro de 2015 somou 399,9 mil toneladas, um avanço de 14,3% em relação ao mesmo período do ano passado. Com isto, o saldo acumulado dos embarques de carne de frango em 2015 atingiu 4,304 milhões de toneladas em 2015 (um crescimento de 5%), recorde histórico nas exportações de carne de frango.  

"Foi o melhor desempenho já registrado pelos exportadores de carne de frango em um mês de dezembro. O mercado internacional continua aquecido para os exportadores brasileiros, que vêm expandindo os negócios, em especial, no Oriente Médio e na Ásia", afirmou, em nota, Ricardo Santin, vice-presidente de Aves da ABPA.

Em dezembro, exportação de carne de frango somou 399,9 mil toneladas

Em dezembro, exportação de carne de frango somou 399,9 mil toneladas

Apesar do aumento em volume, as receitas em dólares permanecem em baixa - reflexo da queda nos preços médios internacionais. O saldo na moeda norte-americana apresentou retração de 9,5%, a US$ 603,5 milhões em dezembro e recuo de 11,3%, para US$ 7,170 bilhões no acumulado do ano. Em reais, porém, o resultado é favorecido pela desvalorização da divisa brasileira e teve avanço de 26% em 2015, para R$ 23,946 bilhões.

"Com este saldo, o Brasil não apenas manteve a liderança mundial, como também expandiu sua participação, sendo responsável por, aproximadamente, 37% das exportações mundiais", comentou o presidente-executivo da ABPA, Francisco Turra, também em nota.

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EconomiaX