Fazenda divulga tabela de tributação da poupança

O Ministério da Fazenda divulgou a tabela de tributação das aplicações em poupança acima de R$ 50 mil. Ao contrário do que havia dito o ministro Guido Mantega durante a entrevista coletiva à imprensa, o documento informa que, com a Selic a partir de 10,50% ao ano, não haverá cobrança do Imposto de Renda. O ministro tinha dado como referência o atual nível de juros de 10,25% ao ano.

FABIO GRANER, Agencia Estado

13 Maio 2009 | 13h43

Segundo o documento, com a Selic de 10% a 10,50% ao ano, a base de cálculo do imposto é de 20% dos rendimentos e sobre ela recairá o IR. Na faixa seguinte, de 8,75% a 10% ao ano para a Selic, a base de cálculo é de 30% dos rendimentos, sobre a qual o poupador pagará o imposto. As outras faixas são de 8,25% a 8,75%, com base de cálculo de 40%; e de 7,75% a 8,25%, com base de cálculo de 60%; de 7,25% a 7,75%, a base é de 80%; e de 7,25% para baixo, a base de cálculo é de 100% dos rendimentos.

A Fazenda informou ainda que estarão isentos os rendimentos de até R$ 250 por mês, o que corresponde ao rendimento mensal de uma poupança com saldo de R$ 50 mil.

Mais conteúdo sobre:
caderneta de poupança imposto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.