Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Economia » Fortaleza pode ter sistema público de carro elétrico

Economia & Negócios

Divulgação

Economia

FORTALEZA

Fortaleza pode ter sistema público de carro elétrico

Empresa vencedora terá de adquirir, inicialmente, ao menos 15 unidades do BMW i3; prefeito quer que o sistema comece a funcionar em abril

0

Carmen Pompeu, ESPECIAL PARA O ESTADO,
O Estado de S.Paulo

22 Janeiro 2016 | 08h39

FORTALEZA - Fortaleza terá o primeiro sistema público de carros elétricos compartilhados do Brasil. O projeto foi apresentado, ontem, pelo prefeito Roberto Claudio (PDT). O edital para seleção da empresa que vai prestar o serviço deve ser publicado no dia 11 de fevereiro. A vencedora terá de assumir o compromisso de adquirir, inicialmente, para o projeto-piloto, ao menos 15 unidades de um modelo já definido: o BMW i3, que, segundo a prefeitura, é o único carro elétrico reconhecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O valor mínimo de cada unidade é de R$ 169.150,00.

 

Roberto Claudio quer que o sistema comece a funcionar em abril deste ano. Primeiro, numa fase experimental, com 15 veículos distribuídos em dez estações. Pelo cronograma, até o fim de 2017 a cidade terá 30 estações e 45 carros elétricos compartilhados.

Para ter acesso ao serviço, o usuário vai precisar fazer um cadastro online, apresentar CNH, comprovante de residência e pagar uma taxa de adesão mensal de R$ 40.

A tarifa é de R$ 20 para os 30 minutos iniciais de uso. A cobrança dos minutos adicionais será feita da seguinte forma: R$ 0,80 para cada minuto no intervalo de 30 a 60 minutos; R$ 0,60 no de 60 a 120 minutos; R$ 0,50 no de 120 a 240 minutos; e R$ 0,40 a partir dos 240 minutos. Se a pessoa utilizar o carro por 45 minutos, por exemplo, vai pagar R$ 32. 

Comentários