1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Gleisi sobe ao plenário para defender corte no orçamento

DÉBORA ÁLVARES - Agencia Estado

20 Fevereiro 2014 | 17h 33

A ex-ministra da Casa Civil senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) usou a tribuna do Senado nesta quinta-feira, 20, para defender o corte de R$ 44 bilhões no Orçamento da União, anunciado pelo governo federal. "Por que isso é importante? Porque isso mostra a responsabilidade do governo brasileiro de não gastar mais do que arrecada, de se preocupar com o endividamento e de ter uma economia saudável, para que nós possamos entregar à população brasileira resultados econômicos que melhorem a sua vida", destacou.

De volta ao Senado há três semanas, a ex-ministra tem assumido a postura de defensora das ações do Planalto, tanto em pronunciamento em plenário, quanto na hora das articulações para dificultar a tramitação de propostas com as quais o governo não concorda.

Gleisi destacou que a economia de R$ 99 bilhões, de 1,9% do Produto Interno Bruto (PIB), não vai prejudicar o andamento da área social, principal bandeira da presidente Dilma Rousseff. "Tivemos um tempo no nosso País em que nós não conseguíamos fazer investimento, não conseguíamos ter programas e projetos sociais, não conseguíamos atender à população", disse e completou: "Nós não temos mais esse tempo".

Num momento em que a equipe econômica do governo teme o rebaixamento na nota de investimento no Brasil por agências de risco, a senadora afirmou ainda que "as contas estão em equilíbrio" e é preciso "desmistificar a falsa polêmica de que há um descontrole fiscal no País".