Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Governo avalia 2ª rodada de saque do PIS/Pasep

Cálculos da área econômica mostram que para cada R$ 10 bilhões liberados, o impacto é de 0,14 ponto porcentual no Produto Interno Bruto (PIB).

Adriana Fernandes, O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2017 | 13h27

BRASÍLIA - O governo avalia a possibilidade de fazer uma segunda rodada de saque do PIS/Pasep no primeiro trimestre de 2018. 

Segundo apurou o Broadcast/Estadão, a medida pode ajudar a liberar mais recursos para a economia e contribuir para o processo de retomada do crescimento no início do ano que vem.

Para isso, o governo avalia a possibilidade de redução da idade para saque do benefício. 

A área econômica está avaliando as emendas dos parlamentares que foram apresentadas à Medida Provisória (MP) 797 que reduziu a idade do saque do PIS/Pasep para 65 anos de homens e 62 mulheres. 

++Bancos abrem mais cedo para saques do PIS/Pasep

++Caixa libera 1ª fase do PIS/Pasep nesta terça-feira, 17, e deve pagar R$ 6,7 bilhões

Uma das emendas apresentadas na tramitação na MP permite o saque para as pessoas que já cumpriram os requisitos para aposentadorias.

Se a idade for reduzida, explicou uma fonte da equipe econômica, a liberação da segunda etapa poderia começar em janeiro. 

Cálculos da área econômica mostram que para cada R$ 10 bilhões liberados, o impacto é de 0,14 ponto porcentual no Produto Interno Bruto (PIB).

A MP assinada por Temer em agosto injetará recursos na economia da ordem de R$ 15,9 bilhões. Os recursos serão liberados até dezembro. Antes da MP, só podiam sacar os saldos de PIS/Pasep pessoas acima de 70 anos. 

A ação vai beneficiar 9 milhões de pessoas. O cronograma de saques começou ontem. O governo já liberou também R$ 44 bilhões do FGTS para o trabalhador que tinha conta inativa. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.