Assine o Estadão
assine

Economia

Economia

Governo deve buscar soluções de longo prazo, diz economista

Para Rodrigo Soares, educação, saúde e infraestrutura são prioridade para tirar o Brasil da crise

0

O Estado de S.Paulo

18 Fevereiro 2016 | 07h00

O economista Rodrigo Soares, especialista no estudo de desenvolvimento econômico e professor da FGV, acredita que uma das saídas para a crise no Brasil é buscar soluções de longo prazo para as áreas de educação, saúde, segurança e infraestrutura. Em sua avaliação, o governo deixou de lado essas questões na última década e privilegiou a transferência de renda e o financiamento de bens de consumo duráveis.

Soares pondera que os programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, tiveram impacto relevante na redução da miséria, mas ressalta que o País poderia estar hoje numa situação melhor.

Para ele, medidas como a política de juros subsidiados do BNDES às empresas e a exigência de conteúdo local para a Petrobrás foram opções equivocadas.

"Espero que exista um aprendizado no sentido das decisões políticas, de entender um pouco mais a economia que está dentro da política", diz.

A entrevista foi gravada durante o Lemann Dialogue, uma conferência que reúne alunos bolsistas da Fundação Lemann das Universidades de Columbia, Harvard, Illinois e Stanford. O tema desta quinta edição foi "Inovando o setor público brasileiro". 

O conteúdo integra a plataforma UM BRASIL, idealizada pela FecomercioSP, que nesta série conta com a parceria do Columbia Global Center no Rio de Janeiro e do Lemann Center for Brazilian Studies da Universidade Columbia.

As gravações aconteceram em Nova York, entre os dias 16 e 20 de novembro de 2015. Confira a íntegra da entrevista.

Mais conteúdo sobre:

Comentários