FABIO MOTTA/ESTADÃO
FABIO MOTTA/ESTADÃO

Governo do Rio envia à Alerj novo projeto para criar teto de gastos

A exigência de uma lei estadual de controle de gastos está na lei que criou a Regime de Recuperação Fiscal, mas gerou um impasse entre o governo fluminense e o governo federal

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

26 Junho 2017 | 20h20

RIO - O governo do Rio vai enviar à Assembleia Legislativa novo projeto de lei que limita o teto de gastos do Estado. De acordo com a assessoria do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), o texto será enviado ainda nesta segunda-feira, 26, ou, no mais tardar, nesta terça-feira, 27. A medida enfrentava forte resistência do presidente da Alerj, Jorge Picciani (PMDB), que chegou a chamar Pezão de incompetente na semana passada e criticou duramente sua dificuldade para negociar com o governo federal.

Nesta segunda, Picciani flexibilizou sua posição contrária à aprovação de uma lei estadual de controle de gastos e admitiu colocar o projeto em pauta esta semana ou na próxima.

A exigência de uma lei estadual de controle de gastos está na lei que criou a Regime de Recuperação Fiscal (RRF), mas gerou um impasse entre o governo fluminense e o governo federal, na hora de homologar o plano de recuperação do Rio.

O presidente do Legislativo disse que só pautará o novo projeto de lei "se tiver a garantia do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, de que não surgirá mais nenhuma nova exigência".

++ PEZÃO BUSCA APOIO PARA APROVAR TETO DE GASTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.