1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Governo vai zerar tarifa para importação de 1 mi t de trigo, diz fonte

REUTERS

18 Junho 2014 | 16h 53

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) irá reduzir para zero a Tarifa Externa Comum (TEC) incidente sobre importações de trigo de fora do Mercosul para uma cota de 1 milhão de toneladas, disse à Reuters uma fonte do governo nesta quarta-feira.

A medida deve ser publicada no Diário Oficial da União na sexta-feira, quando entra em vigor, disse a fonte.

As importações isentas da tarifa de 10 por cento poderão ser feitas até 15 de agosto.

O pedido de isenção foi feito em caráter de urgência pelo Ministério da Fazenda --que monitora os preços do trigo no mercado brasileiro e o volume de importações tarifadas-- na tentativa de controlar o impacto na inflação.

Segundo estatísticas da Abitrigo, associação que reúne os moinhos brasileiros, as importações de trigo do Mercosul --sem taxação-- ficaram em 1,5 milhão de toneladas nos primeiros cinco meses desse ano, contra 2,7 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado.

Por outro lado, cresceram em 2014 as importações de trigo dos Estados Unidos, sobre as quais habitualmente incide a TEC. O volume de produto norte-americano comprado pelo Brasil subiu para 947 mil toneladas nos cinco primeiros meses do ano, contra 225 mil toneladas entre janeiro e maio de 2013.

No ano passado, a cota isenta de TEC para trigo de fora do Mercosul foi sendo ampliada ao longo dos meses, chegando a ultrapassar 3 milhões de toneladas.

A posição dos EUA como grande fornecedor de trigo do Brasil, que já havia sido alcançada em 2013, era esperada também em 2014, uma vez que a Argentina novamente não dispõe de volumes suficientes para atender a totalidade da demanda de importação brasileira.

(Por Luciana Otoni)