1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Greve não afetou coleta de preços para IPCA

Idiana Tomazelli - Agência Estado

06 Junho 2014 | 11h 13

Segundo o IBGE, parte dos servidores aderiu à greve, mas outras pessoas supriram o trabalho destes

RIO - A greve dos servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que já dura 12 dias, não afetou a coleta dos preços para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maio, afirmou há pouco a coordenadora de Índice de Preços do órgão, Eulina Nunes dos Santos. "Não teve efeito da greve na coleta de preços", garantiu.

"Especificamente sobre a coleta do IPCA, parte das pessoas do setor aderiu à greve, mas outras pessoas supriram o trabalho dessas que aderiram", explicou a coordenadora. Segundo ela, a área responsável pelos índices de preços do IBGE conta com cerca de 300 pessoas, mas ela não precisou quantas paralisaram as atividades.

"Foi um trabalho maior, mas importante no sentido de integralizar a coleta", acrescentou Eulina, afirmando que até mesmo supervisores, que em geral trabalham no próprio instituto realizando a crítica dos dados, saíram às ruas para garantir a coleta. O impacto também deve ser nulo no IPCA de junho. "Até agora, estamos no mesmo esquema. Não temos notícias de que (a greve) possa atrapalhar. É essa a informação de hoje", ressaltou a coordenadora.