IBGE: taxa de desemprego em SP subiu para 8,6%

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo subiu para 8,6% em janeiro, ante 8% em dezembro do ano passado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O mercado de trabalho paulista responde por 40% dos trabalhadores ocupados nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo instituto. Em janeiro de 2007 a taxa de desemprego em São Paulo estava em 10,1%. Assim como ocorreu na média das seis regiões, a atividade com maior queda no número de ocupados em janeiro ante dezembro, em São Paulo, foi o comércio (-6,5%). Por outro lado, o segmento de outros serviços (que inclui hotéis, alimentação e turismo) foi o destaque de crescimento tanto ante mês anterior (4,6%) e na comparação com janeiro do ano passado (8,9%). O número de trabalhadores ocupados em São Paulo caiu 0,8% em janeiro ante dezembro, mas aumentou 4,2% ante igual mês do ano passado, totalizando 9,03 milhões de pessoas no mês passado. Por outro lado, o número de pessoas desocupadas aumentou 8% ante o mês anterior, mas caiu 12,8% na comparação com janeiro de 2007. O rendimento médio real dos trabalhadores paulistas ficou em R$ 1.331,20 em janeiro, com aumento de 0,7% ante mês anterior e de 4,6% ante janeiro do ano passado. Perspectiva As perspectivas para o mercado de trabalho nas seis principais regiões metropolitanas do País é favorável em 2008, segundo o gerente da pesquisa mensal de emprego do IBGE, Cimar Azeredo. "Vamos ter que esperar os resultados dos próximos meses, mas a entrada no ano foi favorável e, à luz desses dados de janeiro, a expectativa para os próximos meses, até o momento, é favorável", afirmou. Em janeiro, a taxa de desemprego foi de 8% no conjunto das seis regiões metropolitanas, a menor taxa para um mês de janeiro da série histórica da pesquisa, iniciada em março de 2002.

JACQUELINE FARID, Agencia Estado

28 Fevereiro 2008 | 10h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.