Inflação da baixa renda desacelera em fevereiro, aponta FGV

Inflação da baixa renda desacelera em fevereiro, aponta FGV

O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1), que mensura o impacto de preços entre famílias com renda mensal de 1 a 2,5 salários caiu 0,01% em fevereiro, após a alta de 0,50% registrada em janeiro

Daniela Amorim, Broadcast

06 Março 2018 | 09h02

RIO - O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1) caiu 0,01% em fevereiro, após a alta de 0,50% registrada em janeiro, informou nesta terça-feira, 6, a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O indicador é usado para mensurar o impacto da movimentação de preços entre famílias com renda mensal entre 1 e 2,5 salários mínimos. Com o resultado, o índice acumulou alta de 0,49% no ano e avanço de 1,94% em 12 meses.

Em fevereiro, o IPC-C1 ficou abaixo da variação da inflação média apurada entre as famílias com renda mensal entre 1 e 33 salários mínimos, obtida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Brasil (IPC-BR), que teve alta de 0,17% no mês. No acumulado em 12 meses, a taxa do IPC-BR também foi superior, aos 3,07%

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.