Daniel Teixeira / Estadão
Daniel Teixeira / Estadão

'Inflação do aluguel' desacelera e sobe 0,20% em outubro

Com a taxa de outubro, o índice que corrige o aluguel acumula recuo de 1,91% no ano, além de redução de 1,41%  em 12 meses

Thaís Barcellos e Daniela Amorim, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2017 | 09h00

Rio - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) desacelerou o ritmo de alta para 0,20% em outubro, após uma elevação de 0,47% em setembro, informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). 

O resultado veio abaixo do piso das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam um avanço de 0,25% a 0,43%, com mediana positiva de 0,30%.  Com a taxa de outubro, o índice acumula recuo de 1,91% no ano, além de redução de 1,41%  em 12 meses. 

+ Aluguel de imóveis residenciais recua 0,29% em setembro ante agosto

+ Mercado imobiliário ensaia reação. Quer tirar uma lasquinha?

A FGV informou ainda os resultados dos três indicadores que compõem o IGP-M de outubro. O IPA-M, que representa os preços no atacado,  aumentou 0,16%, ante uma alta de 0,74% em setembro. O IPC-M, que corresponde à inflação no varejo, apresentou aumento de 0,28% em outubro, após a queda de 0,09% no mês anterior. Já o INCC-M, que mensura o custo da construção, teve avanço de 0,19% em outubro, depois do aumento de 0,14% em setembro. 

+ Preço médio do m² no Brasil atinge R$4.833, aponta pesquisa

O IGP-M é usado para reajuste de contratos de aluguel. O período de coleta de preços para cálculo do índice foi de 21 de setembro a 20 de outubro.

 + ESPECIAL: Como comprar um imóvel 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.