1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Inflação influencia resultado do comércio, aponta IDV

Jacqueline Farid, da Agência Estado

15 Julho 2008 | 16h 14

Entidade que reúne maiores redes de varejo aponta influência da alta de preço em setores não-alimentícios

A alta da inflação está influenciando os resultados do varejo em alguns segmentos, segundo relatório divulgado nesta terça-feira, 15, pelo Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV), entidade que reúne as maiores redes de varejo do País.   Veja também: Supermercados se recuperam e vendas crescem em maio De olho na inflação, preço por preço Entenda os principais índices de inflação  Entenda a crise dos alimentos    Segundo o relatório, os resultados de maio do comércio mostraram que o fraco desempenho de abril do segmento de hiper e supermercados não foi afetado, como muitos analistas imaginaram, pela alta da inflação, e sim pelo efeito calendário, já que a Páscoa em 2007 ocorreu em abril - aumentando a base de comparação daquele mês - e este ano foi comemorada em março.   Mas, de acordo com o IDV, esse "engano" na interpretação dos resultados do segmento de hiper e supermercados de abril "não autorizam a conclusão de que a inflação ainda não tenha influenciado negativamente o desempenho do comércio, mas, sim, que essa influência ocorre, porém em outros setores que não alimentos".   De acordo com o relatório, esse pode ser o caso do grupo de tecidos, vestuários e calçados, cujo crescimento real de vendas em maio (3,6% na comparação com maio do ano passado) "foi apenas uma fração" do crescimento de abril (19,7%).   Ainda de acordo com o IDV, "vários outros segmentos acusaram redução em sua taxa de expansão, embora tenham preservado elevações ainda expressivas. Tais desacelerações podem também ser decorrência de uma retração do poder de compra real da população".