1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ingresso de capital estrangeiro Na Bovespa em maio é o maior desde janeiro de 2012

Reuters

03 Junho 2014 | 12h 34

A Bovespa teve em maio o maior ingresso líquido de capital estrangeiro em quase 30 meses, num total de 5,538 bilhões de reais, segundo dados da BM&FBovespa.

Estrangeiros não aplicavam um montante tão grande de recursos em ações brasileiras desde janeiro de 2012, quando o saldo externo totalizou 7,168 bilhões de reais.

Em maio, o fluxo de recursos na bolsa paulista ficou positivo pelo quarto mês consecutivo neste ano.

Segundo analistas da Citi Corretora, uma série de motivos encorajou o movimento. O fato de os mercados acionários de países desenvolvidos operarem nas máximas, por exemplo, contribuiu para um fluxo de volta aos mercados emergentes.

Além disso, os resultados das empresas brasileiras no primeiro trimestre foram vistos, no geral, positivamente, o que se aliou à perspectiva de mudança no rumo da política macroeconômica brasileira, afirmaram os analistas Cauê Pinheiro, Yuri Medeiros e Larissa Nappo, do Citi.

O Bank of America Merrill Lynch afirmou em relatório na segunda-feira que sua pesquisa global com gestores de fundos mostra que investidores não estão mais com posição "underweight" (abaixo da média do mercado) em ações de mercados emergentes e que a exposição de hedge funds locais a ações está na média histórica.

A América Latina teve ingressos líquidos de capital externo nas últimas dez semanas, maior sequência desde julho de 2009, afirmou o BofA Merrill Lynch.

(Por Priscila Jordão)