Divulgação
Divulgação

Investimentos do governo com o Minha Casa Minha Vida caem 27,8% no ano

Em ano de ajuste fiscal, investimentos do governo têm forte queda; além do 'Minha Casa', a despesa com o PAC caiu 41% em 2015

Adriana Fernandes e Rachel Gamarski, O Estado de S. Paulo

29 Setembro 2015 | 15h42

BRASÍLIA - Os investimentos por parte do governo registraram uma queda expressiva. Segundo o Tesouro, o resultado foi 42,1% menor em agosto do que no mesmo período do ano passado e 37,2% menor no acumulado do ano. Os investimentos totais de agosto pagos somaram R$ 4,195 bilhões. 

Em agosto, o programa Minha Casa Minha vida registrou uma queda de 31,6% nos investimentos. Já no acumulado do ano, a queda foi de 27,8%. Em relação ao Programa de Aceleração Econômica (PAC), os investimentos somaram R$ 3,746 bilhões em agosto e R$ 27,662 bilhões nos oito primeiros meses do ano. As despesas com o PAC caíram 59,5% em agosto e 41% no acumulado do ano. 

Reforço. O caixa do governo federal recebeu um reforço extra em agosto. O Tesouro contou com 2,041 bilhões em dividendos pagos pelas empresas estatais. Desse total,  R$ 1,945 bilhão foram pagos pela Caixa, R$ 21,8 milhões pelo IRB e R$ 47,4 milhões pelas demais. No acumulado do ano, as receitas com dividendos somaram R$ 5,507 bilhões, queda de 66% em relação ao mesmo período do ano passado.

Já as receitas com concessões totalizaram R$ 71,8 milhões em agosto e R$ 32,702 bilhões no acumulado do ano. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.