eduardo/pwikimedia/commons
eduardo/pwikimedia/commons

Lojas Renner vai reduzir taxas de juros em cartões a partir de novembro

O diretor Financeiro da Lojas Renner, Laurence Gomes, afirmou que a companhia pretende reduzir as taxas de juros de seus produtos financeiros no próximo mês

Dayanne Sousa, O Estado de S.Paulo

25 Outubro 2017 | 14h48

O diretor Financeiro da Lojas Renner, Laurence Gomes, afirmou que a companhia pretende reduzir as taxas de juros de seus produtos financeiros a partir de novembro. O executivo participa de teleconferência com analistas e investidores.

"Estávamos aguardando uma consolidação da melhoria do mercado e agora acreditamos que já é possível iniciar esse repasse da redução da taxa Selic", declarou Gomes.

De acordo com o executivo, a companhia tem considerado saudáveis as carteiras de crédito nos diferentes produtos, que incluem cartão private label, cobranded e empréstimo pessoal.

++Por que lançar uma conta corrente é importante para o Nubank

Apesar de considerar que a qualidade das carteiras tem melhorado, Gomes afirmou que a companhia registrou alguns impactos em função de mudanças como a criação da instituição financeira Realize e a resolução que alterou as regras de funcionamento do rotativo.

As mudanças levaram a alguns ajustes na forma de contabilização que elevaram porcentualmente o nível de recebíveis em atraso em relação ao total da carteira. Isso ocorreu em especial no Meu Cartão, produto co-branded. As provisões nesse produto também subiram. Apesar disso, Gomes afirmou que não há um impacto em perdas. 

Mais conteúdo sobre:
Renner cartão de crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.