Divulgação
Divulgação

Receita do Pão de Açúcar cresce 8% puxado por sua marca de atacarejo

Estratégia de expansão da bandeira Assaí impulsiona o resultado da rede GPA no terceiro trimestre do ano; no acumulado do ano, faturamento líquida alcança R$ 32 bi e registra alta de 8,7%

Dayanne Sousa, Broadcast

16 Outubro 2017 | 11h13

Com uma expansão de 25,2% na receita da marca de atacarejo Assaí, o Grupo Pão de Açúcar (GPA) reportou registrou um terceiro trimestre no azul, com crescimento de 8,1% no faturamento líquido na comparação com igual período do ano anterior. A receita somou R$ 10,909 bilhões entre julho e setembro, resultado que considera todos os negócios de varejo alimentar do grupo, mas não inclui a Via Varejo, operação tratada pela companhia como uma atividade descontinuada.

No acumulado dos primeiros nove meses do ano a receita líquida do GPA chega a R$ 32,125 bilhões, uma expansão de 8,7% na comparação com o mesmo período de 2016.

No critério mesmas lojas, que considera apenas pontos de venda abertos há mais de um ano, as vendas do GPA subiram 3,3% no terceiro trimestre ante o mesmo período de 2016. O resultado inclui lojas da rede de hipermercados Extra que foram convertidas para a bandeira de "atacarejo" Assaí. Esse dado considera ainda um ajuste de calendário de 0,1 ponto porcentual.

+ Imposto cai, mas supermercados não devem reduzir preço das carnes

As vendas cresceram no Assaí, mas houve queda de vendas nas outras bandeiras, incluindo Extra e Pão de Açúcar.

A rede de atacarejo Assaí registrou crescimento de 25,2% na receita líquida no terceiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2016, chegando a um faturamento de R$ 4,684 bilhões. No critério mesmas lojas, esse aumento foi de 7,7% na mesma comparação.

O GPA destacou em comentário sobre as vendas o crescimento do faturamento após a conversão de lojas do Extra em Assaí. De acordo com a companhia, as vendas aumentaram em 3 vezes nesses pontos de venda.

Já no negócio chamado de "multivarejo", que inclui as redes de super e hipermercados Extra e Pão de Açúcar, além dos mercados de vizinhança, a companhia registrou queda de 2,1% nas vendas. O multivarejo teve receita líquida de R$ 6,225 bilhões no terceiro trimestre. No critério mesmas lojas, houve alta de 0,6% na comparação anual.

+ Mercado online ainda esbarra na resistência do consumidor

O GPA destacou que as vendas do multivarejo foram afetadas pelo fechamento de hipermercados os quais estão passando pelo processo de conversão em lojas do Assaí. Esse impacto negativo nas vendas foi de 3 pontos porcentuais, afirmou a companhia.

A rede varejista avalia ainda que o desempenho nominal da receita é afetado pela deflação. A inflação das categorias de alimentos no domicílio havia atingido 16,3% no terceiro trimestre de 2016. Este ano, a mesma categoria de produtos registrou uma deflação de 4,5% no terceiro trimestre.

"O desempenho do formato Extra Supermercado continuou sendo impactado pela forte deflação de alimentos e pelo desafiador cenário econômico. No entanto, em termos reais houve melhor performance ante o segundo trimestre de 2017, além de uma

evolução importante na tendência de volume ao longo do terceiro trimestre", comentou a companhia. 

Mais conteúdo sobre:
Gpa Pão de Açúcar [empresa] Via Varejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.